quinta-feira, 19 de abril de 2012

Aos trapos...

Desastres da Guerra Goya


Há momentos em que parecem se encerrar dentro de mim todas as dores e tristezas do mundo. Caminho cabisbaixo, arrasado, aos trapos, como um infante derrotado que é levado pelo inimigo para execução. Uniforme e estandarte em farrapos. Não há mais brilho nos olhos... Não há mais pelo que lutar... Não adianta mais lutar... Tudo que valia a pena foi destruído e incinerado até que só restassem ruínas, pó e devastação.

4 comentários:

Lais Castro disse...

Ai Leonardo! Quanto pessimismo! Sempre há pelo que lutar, penso eu!
Abraço.

Leonardo Xavier disse...

Momentos ruins, depois passa. =)

Rachel Chagas disse...

Filosofei outro dia num blog, depois passei pro meu facebook e agora posto aqui:

"Tem vezes em que a gente olha, e a vida parece uma grande porcaria... aí sabe o que eu faço? Rio dessa bosta toda!!!"

Mais ou menos por aí...

Leonardo Xavier disse...

Rachel, só dando risada mesmo. Porque se levarmos a sério demais, não dá muito certo.