quinta-feira, 19 de abril de 2012

Aos trapos...

Desastres da Guerra Goya


Há momentos em que parecem se encerrar dentro de mim todas as dores e tristezas do mundo. Caminho cabisbaixo, arrasado, aos trapos, como um infante derrotado que é levado pelo inimigo para execução. Uniforme e estandarte em farrapos. Não há mais brilho nos olhos... Não há mais pelo que lutar... Não adianta mais lutar... Tudo que valia a pena foi destruído e incinerado até que só restassem ruínas, pó e devastação.

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Contramão

Contramão


"Só queria seguir em frente, continuar, mas sempre parece haver uma placa dizendo que estou a andar na contramão da vida."