sábado, 2 de outubro de 2010

Preciso falar com você...

No cotidiano, o modo de falar muitas vezes permite prever o que se espera de você sem que nada seja dito anteriormente. Todo indivíduo deve ter pelo menos uns três nomes no convívio doméstico. Um para o cotidiano quando tudo se encontra no devido lugar, um segundo que geralmente demonstra que alguém está aborrecido com a sua pessoa ou que você fez uma burrada homérica e um terceiro para os momentos de carinho ou quando pretendem te amaciar para pedir um pequeno favor. Antes mesmo que o restante da frase seja dita, já é possível imaginar a intenção das pessoas, simplesmente por essas denominações.

O mesmo vale para certas expressões, quem não sente que acabou de entrar numa roubada quando é comunicado que “necessitam de um favorzinho seu”? Venhamos e convenhamos, meu amigo, quem realmente quer pedir um favorzinho não faz cerimônia, simplesmente pede! Sinal dobrado de furada é quando aqueles parentes distantes, com os quais você mal mantêm contato, resolvem te ligar. Eles não precisam dizer nada, você já sabe: está convidado para um belo de um programa de índio.

No entanto, a pior de todas as expressões é o tal do “preciso falar com você”. Basta que essas palavras sejam pronunciadas para que passe aquele filme de estudante ginasial, ou do ensino fundamental para os mais jovens, pego em flagrante a aprontar travessuras. “Preciso falar com você” é como o terrorista barbudo a 5m de distância sorrindo e mostrando os explosivos, enquanto aperta o botão do detonador: você já sabe que não vai escapar! Assim é o “preciso falar com você”, um alerta de que você pisou na bola e que em poucos segundos virá um sermão inevitável...

preciso falar com você

- Preciso falar com você

12 comentários:

Mônica Wesley disse...

huahuahauh
Ahhh Leonardo Xavier... Sempre uso o sobrenome quandoo o que vou falar é uma chicotada...
=***

Rachel Chagas disse...

Essa frase também não me traz boas lembranças...

Belos e Malvados disse...

As vezes nem é preciso falar, né? Um simples gesto já é sinal de tormenta.

Pequeno Grande Mundo disse...

Ai tem gente q n sabe nem falar o nome da pessoa sem dar susto... Odeio essa sensação...

Leonardo Xavier disse...

Mônica, é bem por aí a idéia! kkkk!

Rachel, eu tenho impressão que nunca traz.

Anne, é verdade tem certas pessoas que não precisam nem dizer nada e já dá meio que pra prever o que está se passando com ela.

Karoll, essa de falar o nome das pessoas dando susto é nova para mim, depois me explica essa história direito.

Felipe "Miro" 'Dreads' disse...

Isso me lembra a minha ex... nossa cara... to até arrepiado só de lembrar dessas palavras... credo que medo

Rafaela disse...

O pior é quando a pessoa diz essa frase e prefere adiar a conversa. Que raiva me dá isso.

- sáminina. disse...

Normalmente quando eu falo "preciso falar com você" com meu namorado, ja estou pronta pra jogar uma bomba de hiroshima em cima dele!!! hahahahaha

Leonardo Xavier disse...

Sei não, dá para ver que o texto mexeu com o trauma de muita gente, kkk.

Rafaela, eu acho que dizer essas palavras e depois adiar a conversar é tortura psicológica!

Patrícia disse...

"Leozinho"

Ricardo Chicuta. disse...

Essa frase é fim de namoro na certa.

Camila disse...

kkkkkkkkkkk Quer outra? "Posso te fazer uma pergunta?" Conheço um que treme sempre que ouve isso!