quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Sinergia, Eleições e Telemarketing

Sinergia é, em minha opinião, uma palavra bem interessante. Ela de uma forma resumida diz que um sistema composto por vários elementos pode dar origem a propriedades ou comportamentos que não poderiam ser previsto pela análise isolada de seus elementos formadores.

Bem, como isso daqui não é Wikipédia, o caro leitor deve estar questionando o propósito dessa definição por aqui. Não se preocupe pode continuar lendo que você logo vai entender. Pois bem, existem duas coisas que eu definitivamente detesto e acho sem propósito uma delas é o horário eleitoral gratuito. Sinceramente, eu gostaria de saber por que certos candidatos achem que aparecer ali simplesmente dizendo seu nome e que apóia tal candidato a presidência vai me fazer votar no dito cujo. Sem contar as trocas de acusações clássicas entre oposição e situação. Um lado só acha defeitos na gestão anterior e outro só vê as maravilhas.

A segunda coisa que eu acho totalmente sem propósito é o tal do telemarketing, que eu costumo considerar a pior estratégia de marketing do mundo. O pessoal é mal treinado, insiste em tentar te empurrar a ladainha e o produto mesmo quando você demonstra claramente que não tem interesse no produto deles. Além de perturbar o potencial cliente no sossego do seu lar, porque parece que esses infelizes farejam as nossas cochiladas após o almoço nos dias de descanso. Esta perturbação dos cochilos domingueiros é algo que me faz morrer de inveja dos lugares civilizados, onde é possível optar por não receber esse tipo de mensagem.

E é justamente agora que entra a tal da sinergia! Alguns candidatos tiveram a genial idéia de utilizar o telemarketing para fazer campanha política e já dá para imaginar que as duas coisas possuem um efeito sinergético terrível que amplifica em alguns bilhões algumas milhares de vezes a chatice dos dois eventos separados. Sim, meus caros amigos, agora os candidatos “vão estar divulgando” os seus discursos vazios e falsas promessas nos nossos telefones. Eu só sei que eu não voto em candidato que faz propaganda via telemarketing? E você?


Telemarketing Político

- Boa noite, senhor meu nome é José e eu "vou estar repassando" uma mensagem do candidato Cicrano do PXYZ para o senhor.

10 comentários:

S. disse...

Tô tão lisa que pensei seriamente em aceitar uma proposta de ser uma "dessas" que vão estar passando uma mensagem. Não me odeie.
beijinhos eleitorais

Leonardo Xavier disse...

Não S., não faça isso com você! kkk!

Rafaela disse...

Cada vez acho mais ridículo e me sinto mais idiota com as estratégias estúpidas que os candidatos usam para tentar nos convencer a votar nos mesmos.
Então eu pensei: o que um candidato deve fazer pra ganhar meu voto? Pois é, percebi que não voto em ninguém por ver banners espalhados na rua, ou por ver o horário político. Quando escolho votar em alguém (e infelizmente terei que anular alguns votos) é pq essa pessoa foi me conquistando durante o seu mandato ou durante sua trajetória de vida, por isso acho que terei que anular tantos votos. Difícil né!

Daniela Ramalho disse...

Isso de fazer propaganda pelo telefone é mesmo esquisito :P a solução é não ter telefone, mas apenas telemóvel, onde eles nunca nos ligam a chatear :D

Mônica Wesley disse...

huahuha deusépai! O_O
Escutei algo a respeito de cadastrar seu número de tel para não receber esse tipo de ligação.


Eu tbm não votaria num sujeito desses, mas ainda tenho mais pânico dos carros de som.

=***

Leonardo Xavier disse...

Rafaela, eu acho que você tem razão. É cada vez mais difícil escolher os candidatos.

Daniela, eu acho errado ter que abrir mão de um serviço que eu pago por causa de uma meia dúzia de empresas de empresas que não sabem fazer marketing.

Mônica, eu lembro que uma leitora me falou que lá em São Paulo as pessoas podem fazer isso. Eu acho que foi a única vez na vida que eu fiquei com inveja dos paulistas. kkkk!

Daniela Ramalho disse...

Pois, mas por acaso acho que em Portugal já quase ninguém usa telefone fixo :D portanto não tive de abdicar de nada.

Leonardo Xavier disse...

Daniela, se é assim menos mal. =)

Leandro Luz disse...

AaHuahaUahuaHuahaUhauahAU
Muito foda!
Tô rindo muito aqui (pra não chorar, obviamente).

Se eu recebo uma ligação dessas (principalmente depois do almoço) juro que faço campanha CONTRA esse suposto candidato!
¬¬'

Lais Castro disse...

Tarde e atrasada na leitura dessa publicação... mas, como concordo com você!!! Odeio horário eleitoral gratuito e tb a turma do telemarkting! Como vc traduziu bem o que sinto! Vc é o máximo!
Candidato e telemarkting... é o Ó!
Abraço,