terça-feira, 29 de junho de 2010

Insônia

Nesse exato momento o relógio no canto da tela do computador me indica que são 01:30 da manhã de segunda-feira e, sinceramente, eu deveria estar dormindo. Estranhamente o sono não parece querer me fazer companhia e os pensamentos parecem agitar-se na minha mente. Parecem formar correntezas, que lentamente vão se transformando em serpentes até que enfim se transformam em turbilhões.

Talvez seja este um dos piores efeitos colaterais das crises de insônia o modo como os seus pensamentos se agitam e crescem exponencialmente, enquanto você realiza seu próprio monólogo interno na noite escura. E quantas idéias, medos, questionamentos e certezas não surgem desses monólogos transmutados em debates entres os diversos “eus” que dividem essa mesma carcaça.

E parecem que enfim as discussões vão cessando, enquanto a mente se acalma e os pensamentos já se assemelham a um lago tranqüilo. Agora, sinto meus olhos pesados. E espero que amanhã ao levantar, os monólogos tenham cessado.

7 comentários:

Anônimo disse...

sei bem como é viu...
hahahahha


tet

S. disse...

é meu nego... na é fácil... mas as vezes estas insonias são ate produtivas.
abracinhos insones

Belos e Malvados disse...

Essa noite também dormi mal à beça.

Mônica Wesley disse...

"É no silêncio da noite que os gritos da consciência se fazem ouvir!"
Tudo tem seu lado bom,aproveite pra produzir.
Quantos professores da facul ja me perguntaram, "o que vc faz de 00:00 as 06:00h?"
=***

Lila disse...

Não sou de perder o sono. Bato na cama já dormindo. Aliás, tenho sono a qualquer hora do dia e da noite que eu colocar a cabeça no travesseiro. Só me lembro de uma época que eu tive muita dificuldade para dormir: quando estava muito apaixonada por um colega e ele não correspondia... Foi bem difícil não dormir nadinha a noite e no outro dia ter que fazer tudo novamente e passar mais uma noite em claro. Ainda bem que às vezes as paixões são correspondidas, né? Meu corpo não aguentaria tantas paixões mal resolvidas.

Cafeína disse...

Eu tenho a mania constante de sempre ter um rádio, tv, música ou qualquer outro barulho por perto. Já me disseram que eu tenho medo do silêncio. Na madrugada, o silêncio nos deixa ouvir nossos pensamentos... furada das boas.

Leonardo Xavier disse...

Cafeína, eu acho que algumas vezes o silêncio pode ser bom, permite contemplar melhor, noutras pode ser o pior castigo, justamente por não se desejar contemplar nada.