domingo, 2 de maio de 2010

Uma Tarde de Domingo

Uma tarde de domingo


... E há certo sabor no princípio das tardes de domingos que é um misto de tédio e de mormaço. Surge-me, nesta hora, uma sensação de mal estar no espírito como se a alma fosse o corpo de um enfermo que não encontra um modo de permanecer em repouso que não lhe incomode o corpo. Nessas horas sinto-me assim no espírito: se repouso, sinto-me mal e, se por ventura, arrumo algo do que me ocupar, esta ocupação enfada-me e aborrece-me de maneira terrível.

... E como são lentos e custosos esses momentos, largo meu corpo no velho sofá e desisto de lutar contra essa sensação. Entrego-me a ela, enquanto aguardo que o sono entre pela sala e me leve para um lugar distante dessa sensação. E lentamente eu fecho os meus olhos e o sono chega.

... Eu acordo, já é noite e ao que tudo indica a sensação se foi, mas no próximo domingo voltará. Afinal, ela sempre volta...

4 comentários:

Lais Castro disse...

Oi Leonardo,como vai?
Interessante essa sua reflexão sobre as tardes de domingos... eu também sinto certo mormaço nas tardes de domingo... mas em geral não me jogo nos braços de Morfeu... quase sempre procuro e encontro algo para fazer! Abraço.

Leni disse...

Tens toda razão. Não vale a pena correr atras de quem não faz omínimo esforço p ter querer ao seu lado.Eu vi isso hoje, foi me cuspido na cara ;/ É tão triste...mas enfim, ainda bem que os dias passam, as pessoas são outras e com todas aprendemos um bocado de coisas novas!
Ah morgantes domingos, torturantes, ninguém merece... o meu foi uma cascata de más notícias,e uma deliciosa dor de cabeça que me persegue o dia inteiro.
Amanhã é segunda,espero não sentir-me tão nada como hoje.
Boa noite

Mônica Wesley disse...

Domingo dá depressão, é o dia entre o que poderia ter sido o melhor dia da semana(sábado) e não foi e o pior(segunda).
"Mas não me deixe sentar na poltrona no dia de domingo, domingo!" Eu sempre acabo na poltrona tbm! =/

- sáminina. disse...

é um fato: domingo é o dia do tédio.