terça-feira, 18 de maio de 2010

Recorde de Bilheteria nos Cinemas!

Projetor de Cinema


Era tarde da noite e eu decidi tomar um copo d’água antes de me deitar. No caminho para cozinha me distraio com o meu pai assistindo televisão e passava um daqueles filmes onde há um protagonista capaz de fazer coisas extraordinárias, no caso uma versão mais madura de “Velozes e Furioso” afinal de contas o careca era de meia idade e dirigia um sedã preto.

Eu acho que o filme me chamou a atenção pela capacidade do herói de pular de uma ponte com o seu veículo e aterrissar num trem em movimento. Então a cena corta, entra um diálogo no interior do trem. O bandido explicando o seu plano maquiavélico, eu não sei por que diabos eles se explicam, a mocinha com maquiagem borrada pelo pranto, ela vê o carro do mocinho no topo da ponte e surge um brilho de esperança no seu olhar. E o vilão continua a explicar o seu plano diabólico inadvertidamente até que o nosso herói irrompe através da janela e pega o meliante de surpresa só se você tiver 10 anos de idade e salva a mocinha, dependendo de quão lascivo é o diretor rola uma cena de beijo ou o casal de protagonistas fornicam fazem amor.

Nesses momentos, eu realmente paro e penso que eu devo ser muito cruel ou detestar em demasia esse modelos de super-heróis perfeitos que nunca falham. Pois a vontade que me dá é reescrever e o final seria meio assim. O nosso herói saltando no trem em movimento a bordo do seu bólido e ultra-veloz, com a manobra perfeita e na hora que ele tenta entrar no trem. Ele bate no vidro, que não se rompe, e cai. Aquele sorriso sarcástico surge na face do vilão e transforma-se lentamente em uma gargalhada triunfante e enquanto isso a esperança se desfaz no rosto da mocinha dando espaço para um cara de #whatthefuck!, que provavelmente é igual a que deve ter surgido na platéia a essa altura do campeonato. Tudo isso enquanto nosso herói se estatela barranco abaixo. Antes que o público consiga se recuperar da sensação de #whatthefuck! surgem os créditos na tela!

Eu acho que um filme com esse tipo de final me garantiria recordes nas bilheterias, o maior número de pedidos de reembolso com certeza seria meu!

6 comentários:

Leni disse...

Ah estes filmes, sempre super, mega forçados! hehehe
uma graça :D
beijos

Belos e Malvados disse...

Tem filme que é melhor você pagar para não assistir. Mas eu iria a estreia do seu. rsrs

Polly Ana disse...

Engraçadíssimo seu post. Eu pagaria para não assistí-lo, certamente!

Leonardo Xavier disse...

Pow, será que só sou eu que torço contra? kkkkk!

Daniela Ramalho disse...

Hum.. o filme de certeza que era com o vin diesel :p rei desse tipo de filmes onde há sempre algo extraordinário a acontecer com carros!

Lais Castro disse...

Ah Leonardo, eu gostei do seu final... apesar de não curtir esse tipo de filme... pelo menos sai da tolice previsível! Abraço.