quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

"Navegar é preciso, viver não é preciso"



Algumas vezes certas situações se tornam insuportáveis. E um homem percebe que é preciso mudar a sua vida, não me refiro só ao fato de como ele enxerga a realidade, mas do modo que ele interage com a mesma. Talvez seja uma dessas fases na minha vida, eu sinto que eu preciso mudar muitas coisas a respeito de como eu tenho encarado a vida e, adicionalmente, o modo como eu tenho agido. A impressão que eu tenho é que os caminhos que eu tenho trilhado tem me levado para caminhas cada vez mais distantes daquilo que eu realmente esperava fazer, e isso de certa tem resultado em grandes frustrações.

Eu sinto que tenho que abandonar o caminho, que tenho trilhado e seguir adiante, mesmo que talvez tenha que passar por mares tempestuosos, por que ao ver o que me espera no fim do caminho que tenho seguido, eu me sinto completamente miserável. E por mais que aos olhos de outras pessoas, essas oportunidades que eu tenho tido possam parecer excelentes e confortáveis, a verdade é que as perspectivas que elas projetam fazem-me sentir o mais miserável dos homens na face da terra.

Eu sinto que é preciso abandonar tudo e recomeçar. E por mais louco e perigoso que isso possa ser, esta me parece ser a atitude mais honesta. A necessidade de mudar parece urgir e a mudança e o aprendizado decorrente delas é algumas vezes por demais dolorosos, sim aprender realmente dói, em certos casos dói até demais. Entretanto, existem certos pontos na vida que é preciso abandonar o conforto e ir de encontro às tempestades, pois só assim se pode chegar a novas terras. Por que talvez seja melhor o risco de naufragar do que a frustração de nunca ter navegado.

Um comentário:

Raquel Farias disse...

Bom ver que não sou somente eu que tenho toda essa sensação que você descreveu. E sabe? Ser incon'forma'do com certas coisas que pra maioria parece ser a "forma" certa de se seguir nem sempre realmente é o melhor pra nós. Praquilo que realmente buscamos. Ser inconformado não é ruim. São esses "incorformados", esses que não querem a "forma" do comum, que fazem a diferença. Um conformado não muda o mundo para melhor. Tão pouco a sua vida...

apenas divagando. rs
Enfim, por coincidência eu tenho esse mesmo sentimento. Vi a mim, lendo esse texto.